Mini Treinamento Google Ads Gratuito

Mini Treinamento Google Ads Gratuito

curso grátis para afiliados iniciantes

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Primeiros passos para criar uma Loja Virtual

Primeiros passos para criar uma Loja Virtual

Com o avanço da era digital, cada vez mais as empresas têm investido na criação de uma loja virtual, o que é bastante vantajoso, considerando os novos hábitos de relacionamento e consumo.

 

O varejo na área digital cresceu, principalmente, no último ano, com o auge da pandemia. Afinal, as pessoas precisaram ficar em casa e, com isso, as relações digitais cresceram ainda mais, criando novas formas de consumir produtos e serviços.

 

Com isso, o ambiente online trouxe diversas opções e possibilidades de compra e de relacionamento com os consumidores.

 

Diante disso, as empresas precisam entender que o comércio realizado virtualmente veio para ficar, seja em uma empresa de engenharia civil ou em qualquer outro segmento. 

 

Inclusive, devido às facilidades, cada vez mais as compras ocorrem pelo uso do celular, que acompanha as pessoas diariamente. 

 

Por conta do crescimento e da importância do contexto digital, neste artigo traremos dicas sobre os primeiros passos para que você crie sua loja virtual. Acompanhe a seguir e comece o seu negócio de sucesso!

O passo a passo para criar uma loja virtual 

Considerando que é cada vez mais importante compreender o cenário digital, visto o seu aumento de relevância e potencial para vendas, estar fora desses canais também pode significar perda de oportunidades.

 

Por isso, separamos um passo a passo para que você consiga criar uma loja virtual para seu negócio, seja ele um consultoria empresarial ou uma loja de itens para papelaria.

  1. Defina o investimento a ser realizado 

O primeiro passo é realizar um planejamento que traga uma orientação acerca do que será investido para abrir o seu negócio online, o segmento de atuação, processos burocráticos, etc. 

 

Nesse sentido, é preciso analisar alguns fatores, como o tipo de produto que vai ser comercializado, qual será a estrutura para as vendas, as formas de entrega, elementos ligados à logística e ao transporte, assim como as estratégias de marketing que serão implementadas.

 

Esses passos podem ser alinhados junto com os sócios da empresa, assim como os possíveis gestores. Isso favorece o processo de organização da empresa. 

  1. Pense na regularização da sua loja virtual 

Assim como em qualquer negócio, ao iniciar sua loja virtual você deve pensar em aspectos ligados à regularização, sobretudo, com a obtenção do cadastro nacional de pessoa jurídica, o CNPJ. 

 

É fundamental consultar um escritório contábil, que dispõe de serviços contabilidade, assim como contar com profissionais fiscais especializados, de modo a identificar qual é o melhor regime jurídico para o seu negócio. 

 

As vantagens de buscar a regularização se dá exatamente pelo fato de estar em dia com a legislação, conseguir emitir notas fiscais, assim como evitar penalidades (como é o caso de multas). 

 

Isso envolve, inclusive, a busca por um logística internacional que consiga otimizar o tempo investido no trabalho, controlando aspectos ligados ao estoque, fluxo de caixa, entrega de produtos e qualidade da plataforma. 

  1. Identifique qual será a plataforma de venda online 

Inclusive, por falar em plataforma, o sistema/página que será utilizada por sua empresa para fazer a venda deve ser definida previamente, definindo como funcionará o seu e-commerce. 

 

Para isso, a plataforma precisa ser bem estruturada, contando com algumas funcionalidades como:

 

  • Cadastro de produtos e serviços;
  • Gerenciamento do estoque;
  • Sistema para pagamento online;
  • Layout bem estruturado;
  • Acessibilidade e responsividade. 

 

Sua empresa precisa ter atenção ao site, do ponto de vista estrutural, assim como no layout, pois um site que tem baixa velocidade de carregamento ou pouca organização não atrai o cliente e pode passar a impressão de pouco profissional, perdendo credibilidade.

 

Além disso, um site que não conta com mecanismos de segurança não traz uma boa imagem institucional. 

 

Nesse sentido, uma equipe de tecnologia da informação (TI), assim como um espaço que conte com cabeamento estruturado podem fazer toda a diferença no momento de criar essa plataforma, assim como no momento de atuar na manutenção do site. 

  1. Identifique as formas de pagamento

Na loja virtual, o cliente compra online. O que isso quer dizer? Que seu site precisa contar com um bom sistema de segurança para que todos os pagamentos ocorram de forma assertiva. 

 

Dessa forma, existem alguns softwares e códigos que podem ser instalados com o objetivo de garantir que seu site seja seguro. 

 

Além disso, é importante pensar em formas de diversificar o pagamento, levando em conta que no ambiente online é possível pagar no débito, crédito, pix, transferência bancária e boleto. 

  1. Pense na logística de entrega 

Quem tem um negócio no ambiente virtual precisa pensar na logística de entrega, ou seja, na forma como um produto será transportado. 

 

Se o cliente faz a compra de uma roupa ou de qualquer outro produto, por exemplo, ele recebe um prazo de entrega que deve ser cumprida.

 

É essencial pensar na logística de entrega, de modo que o produto ocorra no prazo estipulado.

 

A entrega é responsabilidade do vendedor, por isso, os gestores precisam avaliar cada uma dessas etapas e contar com empresas de confiança para concluir o processo, para que ocorra adequadamente. 

  1. Tenha bons fornecedores 

A entrega de qualidade, com produtos excelentes, também envolve ter bons fornecedores, de modo a manter sua empresa abastecida (no caso de produtos ou de fabricação própria).

 

Imagine que sua empresa é um hotel em Caetité Bahia, que conta com diversos fornecedores. Essas pessoas precisam ter qualidade técnica e responsabilidade em relação aos produtos e serviços, por exemplo, caso conte com fornecedores de alimentos, toalhas e lavagem de peças. 

 

Para identificar os fornecedores com quem vai trabalhar é importante comparar os preços, identificar as negociações e pagamentos a prazo que serão feitos, a política de entrega e pedidos e recomendações de antigos clientes. 

 

Com relação aos custos lembre-se que o orçamento precisa estar de acordo com o capital de giro que sua empresa planeja.

 

Outro fator a ser avaliado é a distância do seu fornecedor até seu estoque e as facilidades para entrega.

  1. Defina seu público-alvo

É essencial que você defina bem o público-alvo para sua empresa.

 

Esse mapeamento envolve entender quem são as pessoas que pretende atingir, assim como os canais de comunicação que serão utilizados para isso. 

 

Entender quem é o público-alvo da sua empresa de terceirização de limpeza, por exemplo, é crucial para criar campanhas de comunicação e marketing assertivas, assim como que contenham uma linguagem direcionada. 

 

Por isso, entenda quem é seu público-alvo, quais são suas necessidades, preferências, interesses e gostos. 

 

Dessa forma, você conseguirá desenvolver campanhas mais qualificadas, assim como identificar a persona do empreendimento, levando em conta a criação de um personagem que represente sua empresa. 

  1. Invista em comunicação e marketing

Por fim, nosso passo final e orientação diz respeito ao investimento que pode realizar em comunicação e marketing. 

 

Se você tem uma loja virtual, é importante entender que esse mercado é cada vez mais competitivo e saber se posicionar é necessário para alcançar o sucesso.

 

Dessa forma, sua empresa precisa obter um diferencial e isso é possível por meio da criação de campanhas de marketing. 

 

Essas campanhas podem ocorrer desde a criação de conteúdo em redes sociais, assim como a publicação de texto em blog, ou sites de parceiros. 

 

O marketing digital é bastante rico, podendo envolver a criação de conteúdo para e-mail marketing, de modo a nutrir e fidelizar os clientes. 

 

O investimento em comunicação e marketing também se refere às técnicas de SEO, levando em conta a identificação de palavras-chave para uso nos materiais. 

 

Exemplo disso é o uso de termos como “empresa de instalação de energia solar” ao abordar esses serviços em conteúdos de uma empresa de painel solar. 

 

Para isso é importante considerar quais são as pesquisas realizadas nos buscadores e que se relacionam ao seu nicho de atuação.

 

Já os conteúdos informativos produzidos devem ser baseados nas técnicas do marketing de conteúdo e do inbound marketing, ou seja, o marketing de atração. 

 

Basicamente a ação consiste na construção de conteúdo rico para atrair e reter o usuário, sanando dúvidas e utilizando os termos pesquisados.

 

Diante disso, é importante contar com profissionais de comunicação especializados, a fim de criar uma estratégia e planejamento para a publicação desses conteúdos. 

 

Com um conteúdo planejado no ambiente digital, também existe a possibilidade de mensurar os resultados. 

 

Essa mensuração permite fazer ajustes, caso ocorra algum problema com a estratégia criada pela empresa. 

Os benefícios de criar uma loja virtual 

O cenário digital tem ganhado destaque cada vez mais. As pessoas utilizam as redes sociais para compartilhar e acessar conteúdo, aplicativo de mensagens, assim como se informam por meio de sites. 

 

Nos últimos anos, a internet também é utilizada sob o ponto de vista do e-commerce, que é quando ocorrem compras no ambiente online. 

 

Diante disso, as empresas de diversos segmentos precisam investir nas estratégias de comunicação digital e desenvolver ações para criação de loja virtual.

 

Mas, de forma mais específica, quais são os benefícios de investir em uma loja virtual? Confira-os a seguir:

 

  • Destaque competitivo;
  • Visibilidade diante da concorrência;
  • Aumento no número de vendas;
  • Mais credibilidade para a empresa;
  • Possibilidade de vendas 24 horas por dia. 

 

Estar no ambiente virtual é a chance de ser localizado pelo cliente, ou seja, de ser visto e, de certa forma, estar na mídia. 

 

Além disso, com o ambiente digital sua empresa pode obter mais oportunidades de vendas e, consequentemente, o aumento da lucratividade. 

 

Mais ainda, seu negócio online pode vender 24 horas por dia e em todos os dias da semana! Isso representa dizer que as vendas não ficam condicionadas ao horário comercial. 

 

Por isso, sua empresa, seja em qualquer setor, não pode perder a chance de investir em uma loja virtual, assim como de estar nesse ambiente. Essa é uma forma importante de conquistar e fidelizar os clientes. 

Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Utilize este formulário para solicitar uma cópia dos seus dados neste site.

Solicitar remoção de dados

Utilize este formulário para solicitar a remoção dos seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Utilize este formulário para solicitar a retificação dos seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Utilize este formulário para solicitar o cancelamento de inscrição do seu e-mail em nossas Listas de E-mail.