16 melhores maneiras de trabalhar na internet

16 melhores maneiras de trabalhar na internet

Estar em um momento de crise já é muito difícil, sem previsão de retorno aos trabalhos é pior ainda. Há pessoas que não terão seus empregos de volta após a atual crise e isso as obrigará a procurar novas fontes de renda.
Mas e se você puder contar com novas fontes de renda? Fica muito mais fácil atravessar qualquer crise se você já tiver fontes paralelas de receita. Nesse post você irá aprender formas diferentes de trabalhar a partir da internet.
Você poderá usar essas ideias para abrir o seu próprio negócio e assim ter muito mais estabilidade financeira. Mas não se engane, para conseguir criar e desenvolver esses negócios você precisará de muita paciência e determinação.
Renda Contínua

O objetivo de ter uma ou mais fontes de renda contínua na internet é garantir que você consiga ganhar dinheiro mesmo sem precisar fazer muito esforço. Por isso, as formas de trabalho citadas nesse post são voltadas para quem busca uma renda contínua.
Digamos que você não tenha mais o seu trabalho, quanto dinheiro você ganharia? Se a sua resposta for zero, você tem um problema que precisará resolver, já que ter uma renda contínua ou mais de uma é uma forma de garantir que mesmo sem emprego ou em um momento de extrema crise você conseguirá garantir o seu bem estar e o da sua família.
Ser um afiliado de produtos ou serviços digitais

Ser um afiliado de produtos ou serviços digitais

Para ser um afiliado, tudo o que você precisa é um computador e um produto para vender. Há muitas formas vender um produto e, se você for realmente bom nisso, conseguirá construir autoridade em determinado ramo, tornando muito mais fácil o trabalho de vendas.
Como afiliado, você poderá investir em um blog, criar conteúdo na área que você selecionou para trabalhar e então com o tráfego anunciar o produto que você está vendendo.
Embora não tenhamos a intenção de detalhar passo a passo tudo o que você precisa saber para ser um afiliado de sucesso, entenda que você precisará de conteúdo de qualidade para o seu blog e uma constante fonte de tráfego.
Toda essa estrutura de vendas servirá para elevar o patamar de seu negócio e também para garantir mais de um ponto de venda para os seus produtos.
Nada disso se restringe a apenas um produto, você pode criar um negócio com muitos produtos em uma determinada área ou, se forem de áreas diferentes, recomendamos vários canais de comunicação com o cliente de forma a não tornar seus pontos de venda confusos e sem foco.
Ter um blog de vendas

Como já dissemos, ter um blog é uma ótima ferramenta para quem deseja vender pela internet. Sendo uma excelente alternativa para quem deseja tanto vender produtos como afiliados quanto produtos próprios.
Porém, com um blog, você poderá conquistar audiência, que poderá se traduzir em ganho de autoridade e notoriedade. Seus leitores poderão ter você como alguém que conhece do assunto e pode falar com propriedade.
Essa autoridade em relação à audiência tende a aumentar o tráfego do seu blog e consequentemente pode aumentar a renda dos produtos que você vende.
Inserindo anúncios no seu blog
Porém, existe ainda a possibilidade de você inserir anúncios em seu blog e conseguir outra fonte de renda sobre o blog.
Esses anúncios podem ser negociados com diversos negócios interessados no seu segmento ou inserindo anúncios do Google ou de redes de Native Ads, como Taboola e Outbrain.

Canal no Youtube

Canal no Youtube

Ter um canal é uma excelente forma de vender pela internet qualquer produto como afiliado. Isso porque você pode entrar em contato direto com a sua audiência e assim recomendar seus produtos como um especialista na área.
Fazer vídeos de qualidade, com conteúdo interessante é uma boa forma de conquistar audiência. Você não precisa nem mesmo aparecer nos vídeos, podendo apenas inserir o conteúdo e a sua voz para narrar.
Anúncios do Youtube
Mas não é só isso, se você conseguir construir uma audiência realmente grande e conseguir um contato constante com os seus visitantes, você pode aumentar a renda passiva vinda do seu canal simplesmente com os anúncios do Youtube.
Isso pode ser muito importante, principalmente se o seu conteúdo for de qualidade, já que tende a atrair espectadores mesmo anos após ter sido criado. Portanto, você pode mesmo com um único vídeo criado há anos ter renda passiva entrando na sua conta, seja por meio de vendas ou por meio dos anúncios.
Patrocínios
Mais uma forma de ganhar dinheiro com o seu canal no Youtube é a partir de parcerias e patrocínios.
Quando você tem uma boa audiência e um canal interessante, você irá atrair contatos de patrocínios de empresas visando parcerias, na qual você poderá anunciar a empresa aos seus seguidores e inscritos.
Esse caso é muito comum com os digital influencers atualmente e muitos youtubers tem sido contatados por empresas para fazerem anúncios comerciais de seus negócios em seus canais.

Canais de nicho
Uma outra ideia que pode trazer muito resultado para o seu negócio é a criação de canais de nicho. Por exemplo, você já deve ter visto muitos canais sobre emagrecimento, mas você pode ter um canal dentro desse segmento, falando de um nicho específico.
Por exemplo, um canal de receitas para emagrecer voltado a pessoas com intolerância a lactose. Ou receitas para quem tem restrição ao consumo de glúten.
Cursos e treinamentos online

Quando falamos em cursos e guias online, estamos falando de um tipo de renda que, apesar de não ser totalmente passiva, vez ou outra talvez seja necessária uma intervenção ou suporte, mas usualmente o nível de trabalho será pequeno.
Para criar um curso, o que você vai precisar será saber o segmento correto que você estará inserido, qual o mercado que você pretende atingir e a necessidade de seus potenciais compradores.
Sabendo tudo isso, você deve escolher o modelo do seu curso, se um treinamento em vídeo aulas ou apenas um treinamento compilado em um guia.
Dependendo do formato e, salva a necessidade de atualizações, pouco trabalho será necessário para a manutenção do curso, sendo o trabalho principal a venda deste.
Caso você tenha um grupo de afiliados, esses poderão executar as vendas para você, caso não o tenha, poderá submeter o seu curso a uma das plataformas online e assim terá acesso a interessados em vender o seu curso.
Você também pode usar as dicas anteriores para vender o seu próprio curso, o que será bastante sinergético, podendo fazer você ganhar dinheiro de muitas formas diferentes e de forma passiva.
O grande “pulo do gato” de ganhar dinheiro fazendo o seu próprio curso é que você poderá gravar uma única vez alguns vídeos que compõem o seu curso e a partir daí vender literalmente para sempre.
A mesma coisa funciona com relação aos vídeos promocionais que você fizer, enquanto estiverem disponíveis eles poderão funcionar como verdadeiras máquinas de renda passiva.
Marketing de conteúdo

Marketing de conteúdo

Uma esfera do marketing que está muito em voga ultimamente, o marketing de conteúdo é a aplicação de conteúdo com o sentido de vendas.
Funciona de forma simples. Utilizando uma plataforma digital de conteúdo, um blog ou canal do Youtube, você cria conteúdos que sejam de interesse geral e com links redirecionando aos sites dos produtos sugeridos. Cada link informado será um link de afiliado seu e que poderá ser utilizado pelos clientes para comprar o produto.
Ao comprarem o produto do seu link, você receberá uma comissão pelo produto vendido, que a depender do valor pode ser uma fonte de renda muito interessante.
Você também pode trabalhar com listas de produtos ou serviços diferentes e seus respectivos links de afiliado multiplicando a possibilidade de ganhos que você pode ter.
Produção de e-books

A produção de e-books é ainda mais passiva do que qualquer outro curso ou treinamento online. Apesar de envolver a produção intelectual de um material, esse poderá simplesmente continuar a vender para sempre, enquanto existir.
Isso porque a depender do preço e do nicho que o e-book estiver inserido, o apelo pode ser contínuo e assim você estará sempre fazendo novas vendas.
Você não precisa nem mesmo de muito trabalho para a venda em si, já que algumas plataformas como o Hotmart já oferecem a página de venda onde você só precisa personalizar.
Insira o seu vídeo promocional, ponha um preço que seja interessante e condizente com o nível do conteúdo e comece já a vender.
Você também pode oferecer palestras sobre o conteúdo do livro, que, caso seja bem vendido, pode se tornar uma fonte de renda adicional ao conteúdo já escrito.
Criação de sites e templates

Se você possui algum conhecimento em webdesign, você pode pensar em criar modelos e temas e vender na internet.
Em alguns sites como o Envato, alguns criadores de templates e webdesigners criam temas para diferentes plataformas, HTML, WordPress e outros sistemas.
O interessante é que o trabalho que será necessário é apenas cadastrar o tema e começar a vender.
Por ser um site muito visitado, você poderá vender sua produção para pessoas de qualquer lugar do mundo.

Criação de programas, scripts e sistemas
Se você é programador, cria scripts, programas e sistemas, você também pode utilizar essa plataforma para vender seus serviços.
É claro que, no caso de scripts e programas, talvez seja necessário prestar suporte, o que apesar de não ser passivo pode ser uma forma de ganhar ainda mais dinheiro a partir da customização dos sistemas que você criou.
Além de trabalhar na customização, você também poderá conseguir novos trabalhos a partir destes com a criação de programas on demand para os seus clientes.
Essa fonte de renda também pode funcionar para o caso de temas e templates, já que alguns clientes preferem um serviço mais próprio e customizado às suas necessidades.
Fotos e Vídeos

Embora não sejam necessariamente passivos, o mercado de fotos e vídeos é bastante utilizado atualmente. Existem muitos serviços que você pode executar nessa área.
Além de poder vender as suas fotografias, que podem ser tiradas mesmo com câmeras de telefones celulares, você também pode utilizar seus conhecimentos de Photoshop para realizar retoques e mudanças para transformar fotografias.
Esse é um mercado muito utilizado por empresas que utilizam fotos para redes sociais e muitas vezes precisam de retoques, modificações e outros tipos de ações, além das montagens fotográficas que também são muito utilizadas.
Para os vídeos você também pode trabalhar com produção e edição, principalmente se você já dispor das ferramentas necessárias.
Há muita demanda para edição de vídeo, especialmente para utilização em redes sociais e plataformas como o Youtube.
Design corporativo

Se o seu conhecimento permitir, na área criativa você também pode trabalhar com a criação de identidade corporativa, logotipos e fornecer até mesmo itens personalizados para empresas.
No caso da criação artística, o ideal é possuir as ferramentas e ter um site onde possa anunciar seus serviços.
Você também pode utilizar sites como a Workana para oferecer seus serviços de design.
Se você quiser também fornecer os itens personalizados às empresas você pode fazer isso recorrendo a gráficas online que já fazem o serviço e entregam ao cliente.
Essa “terceirização” é uma forma de ganhar ainda mais dinheiro com um serviço que você oferece sem precisar ter o trabalho de realiza-lo.
Marketing de rede

Apesar da má fama, algumas empresas ainda oferecem serviços confiáveis de marketing de rede.
O marketing de rede consiste em você construir uma rede de vendedores que vendam um produto específico ou vários produtos de uma marca ou mais e assim você possa conseguir ganhar dinheiro com a referência das vendas desses produtos.
Ainda é um mercado muito utilizado, mesmo em setores como o mercado financeiro e responde por bilhões de reais por ano em receitas.
Você pode começar sozinho, encontrando empresas para você vender os produtos, e com o tempo contratar pessoas para fazer trabalhos específicos relacionados a vendas e começar a constituir a sua própria rede.
Se os seus números forem bons, algumas empresas poderão contratar você com o intuito de vender e pagar uma comissão maior do que a de um funcionário comum pelas vendas.
A vantagem para uma empresa é a redução nos custos gerais com anúncios, funcionários e despesas gerais.
Embora a maioria dessas rendas tenha a intenção e possam se tornar passivas, o ideal é que você tenha um pouco de dedicação para transformar cada uma destas formas de trabalhar pela internet e coloca-las em prática.
Caso você queira, pode simplesmente criar um vídeo como afiliado de um produto ou como um produtor e falar sobre o seu produto e postar no Youtube. Esse vídeo ficará para sempre lá, talvez continue a gerar um pouco de renda passiva, porém será muito mais limitado do que se você se dedicar a isso.
Foco, dedicação e paciência, assim você conseguirá transformar o seu negócio e criar várias fontes de renda.
Se você tem alguma dificuldade ou alguma dúvida sobre qualquer outra questão no Marketing Digital? Deixe um comentário ou mande um email para [email protected] e ficarei muito feliz em responder.

Forte abraço

Gilberto

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.